Atividades de orientação espaço-temporal para crianças, com TDAH, Dislexia e Autismo.

Estas atividades são muito importantes e feitas justamente por perceber que muitas crianças, não apenas as que possuem TDAH, Dislexia ou Autismo,  têm muitas dificuldades em se posicionar no espaço. A noção de espaço não é inata, mas vai sendo elaborada e construída por meio da ação do movimento e com base na interpretação de uma infinidade de informações recolhidas por todos os sentidos. Façamos neste caso uma distinção entre orientação espacial, organização espacial, estruturação espacial e lateralidade.

Orientação espacial: refere-se à possibilidade de determinar a posição de um objeto no espaço, com referência a conceitos como os pontos cardeais, a verticalidade e a horizontalidade. Uma criança com dificuldades na orientação pode confundir letras e números: b-d,p-q, b-p, 6-9, 3-5, assim como ter problemas no reconhecimento da direita e esquerda.

Organização espacial: refere-se à maneira como são estabelecidas as relações espaciais, temporais entre elementos que são independentes. As dificuldades nesta área manifestam-se como problemas de ordenamento das letras para formar uma palavra ou no caso dos números.

Estruturação espacial: refere-se à possibilidade de estabelecer relações  entre elementos para formar um todo. As dificuldades nesta área manifestam-se na escrita numa inadequada separação das palavras, além de problemas na concordância de gênero, número e conjugação.

Lateralidade e direcionalidade: encontram-se bastante relacionadas com estruturação espacial, pois a lateralidade refere-se a uma atividade ou uma determinada função que ocorre com mais freqüência de um lado do corpo. Esta pode ser destra, canhota ou ambidestra, existindo também a lateralidade cruzada. Quanto à direcionalidade, tenha ela TDAH, dislexia, autismo ou não, tenha tomado consciência da lateralidade no seu próprio corpo, ou seja, já reconhece a existência dos seus lados direito e esquerdo, já pode projetar estes conceitos no espaço exterior.

Atividades

– É imprescindível que as crianças que tenham TDAH, dislexia, autismo ou não possamidentificaros lados direito e esquerdo no seu próprio corpo. Pede-se a criança para que se fixe na mão executa certas atividades do seu quotidiano tais como: comer, pentear-se, desenhar, cumprimenta etc.

– O orientador deve ter um abjeto na mão e a criança também. Em frente da mesma o orientador começa a posicionar o objeto, verbalizando onde o coloca, por exemplo: embaixo. A criança deve posicionar o objeto e repetir a palavra.

– Desenhar um quadrado, a criança se posiciona dentro desta figura e o professor vai dandoINSTRUÇÕEScomoPULAR para a direita, pular para frente, pular para trás.

– Dar às crianças uma cartolina dividida em quatro partes e pedir-lhes que sigam as instruções: desenhar uma casa embaixo á esquerda, um sol em cima á direita, uma nuvem em cima á esquerda.

TRABALHAR com cubos com base em modelos que foram apresentados a elas previamente. Posteriormente podem ser apresentados desenhos de figura que devem montar.

– Quebra cabeça: deve-se começar com quebra-cabeças simples. Posteriormente pode-sePEDIR à criança para que construa seus próprios quebra-cabeças aPARTIR de figuras de revistas.

– Figuras com palitos: a criança deve reproduzir figuras formadas com palitos. Pode colá-las sobre uma cartolina.

TDAH

– Fazer perguntas à criança sobre o seu dia-a-dia. Qual a data do seu aniversário? O que fez pela manhã?  O que faz depois de almoçar?

– Para exercitar os conceitos de dia e noite pode ser utilizada a experiência da criança: pedir a mesma que descreva como é o dia, como é a noite (ela pode desenhar), o que vemos de dia, o que vemos de noite; o que fazemos de dia e o que fazemos de noite.

TDAH

– Quanto às noções de hoje, amanhã e ontem, trabalha-se igualmente com as experiências da criança. O que você comeu ontem no café da manhã (nesta atividade pode-se analisar também a memória da criança curta, longa e deTRABALHO, descrita em artigos anteriores), o que você comeu hoje? O que você gostaria de comer amanhã que roupa você usou ontem? Descreva que roupa está usando hoje e a roupa que gostaria de usar amanhã.

– A atividade com os dias da semana pode começar com a diferenciação de qual dia vão à escola e qual dia não, quais dias da semana são feitas determinadas atividades, (educação física, por exemplo).

O trabalho com os dias da semana pode nos levar aTRABALHAR o conceito de mês e de ano.

Saiba mais AQUI

Fonte: http://www.ganhesempremais.com.br/psicopedagogia/atividades-de-orientacao-espacial-para-criancas-em-especial-com-tdah-dislexia-autismo/